Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Comitês e Comissões > Comitê de Políticas para Mulheres - CoMu
conteúdo

Comitê de Políticas para Mulheres - CoMu

por PROEX publicado 17/08/2020 14h09, última modificação 03/05/2021 12h33

CoMu e a luta pela vida das mulheres dentro da Universidade

 

O Comitê de Políticas de Prevenção e Enfrentamento à Violência contra as Mulheres na UFPB (CoMu) surgiu das demandas feitas pelas mulheres organizadas no primeiro Seminário Mulheres e Universidade, em 2017. Essas demandas foram encaminhadas à Reitoria em audiência pública e, em 2018, foi aprovado pelo Conselho Universitário (CONSUNI), via Resolução n°26/2018, a sua criação. A CoMu atua, desde então, como um órgão assessor e consultor da Pró-Reitoria de Extensão e (PROEX).

A CoMu possui três setores que atuam de forma estratégica e integrada. O Setor de Acolhimento e Orientação é a porta de entrada das mulheres, onde é feita uma escuta ativa, humana  e sigilosa das suas demandas; O Setor de Enfrentamento atua no monitoramento de denúncias de violências contra as mulheres. O Setor de Prevenção articula ações de prevenção através da interlocução com o ensino, pesquisa e extensão.

A CoMu possui ainda uma coordenação que responde pelo seu funcionamento administrativo e político. Há também um Conselho Gestor (CGCoMu) formado por representantes discentes, docentes e técnicas administrativas. O Conselho é um órgão permanente da CoMu e visa garantir um funcionamento compatível com as necessidades das mulheres que estudam, trabalham e convivem na UFPB.

O Comitê compõe a Rede de Atenção às Mulheres em situação de violência doméstica e sexual na Paraíba (Reamcav), atua em parceria com diversos órgãos externos à UFPB, como o Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra, as Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (DEAMs). Internamente, a CoMu tem estabelecido parcerias com diversos setores que ofertem atendimento médico e psicossocial para a comunidade universitária.

A criação de um órgão como a CoMu leva em consideração que a universidade, por reproduzir as estruturas sociais, é, também, um espaço para reprodução das violências contra as mulheres que ocorrem fora de suas paredes. Essas violências podem ser físicas, morais, psicológicas, patrimoniais, sexuais, institucionais e simbólicas, além do racismo, bifobia, transfobia e lesbofobia.

 

Contatos

► Página: https://www.ufpb.br/comu

► Rede Social: https://www.instagram.com/comuufpb/

► WhatApp: (83) 99694-1343